Europa

Europa sobe olhando inflação da Alemanha, juros e dados dos EUA; Londres é exceção

Atualizado 29/11/2023 às 07:13:03

As bolsas europeias têm o avanço mais expressivo da semana, exceto por Londres, onde mineradoras sobem, mas bancos pressionam; o HSBC cai mais de 2%.

Frankfurt lidera os ganhos após desaceleração nas prévias de inflação de novembro na Renânia no Norte-Westfália, Bavária e mais três regiões, o que é bom sinal para o indicador oficial da Alemanha às 10h. A prévia da Espanha também caiu.

Os mercados europeus devem ter o melhor mês desde janeiro, mas comentários hawkish de dirigentes do BCE têm limitado ganhos nas sessões recentes. A desinflação na Alemanha melhora o sentimento, assim como a alta no pré-mercado de Nova York, onde os rendimentos dos Treasuries têm queda firme antes de dados e mais falas de dirigentes do Fed. (Lucia Boldrini + agências)

Confira os índices às 7h04 👇

▪️ Londres — FTSE100: -0,09%
▪️ Frankfurt — DAX: +1,00%
▪️ Paris — CAC 40: +0,42%
▪️ Madrid — Ibex 35: +0,50%
▪️ Europa — Stoxx 600: +0,49%

Veja Também