Europa

Europa sobe com BCE dovish, na contramão do pré de NY; Londres é exceção

Atualizado 05/12/2023 às 07:16:26

As principais bolsas da Europa destoam da cautela em Wall Street e avançam após a entrevista em que Isabel Schnabel (BCE) disse que novas elevações dos juros são improváveis. Na Alemanha, os rendimentos dos títulos de dez anos tocaram a mínima em seis meses.

Londres não acompanha o otimismo, já que o Banco da Inglaterra segue dividido na questão. Por lá, a petroleira BP sobe, mas mineradoras estão em baixa. A leitura final dos PMIs de serviços e composto do mês passado superou as projeções na zona do euro, na Alemanha e no Reino Unido.

Em Nova York, os futuros do Nasdaq lideram as baixas. Os rendimentos dos Treasuries corrigem a alta da véspera antes dos PMIs de serviços e do primeiro dado de emprego da semana, o relatório Jolts (12h). (Lucia Boldrini + agências)

Confira os índices às 7h07 👇

▪️ Londres — FTSE100: -0,42%
▪️ Frankfurt — DAX: +0,26%
▪️ Paris — CAC 40: +0,29%
▪️ Madrid — Ibex 35: +0,53%
▪️ Europa — Stoxx 600: +0,02%

Veja Também