Europa

Europa é mista, e Londres se destaca após dado positivo para inflação

Atualizado 17/10/2023 às 07:19:59

As principais bolsas europeias operam sem direção única olhando os futuros de Nova York, que caem antes de balanços, falas de dirigentes do Fed e dados de vendas de varejo (9h30) e produção industrial (10h15) em setembro. O dólar DXY tem viés de alta, e os rendimentos dos Treasuries sobem.

Há pouco, o petróleo Brent retomou o viés de alta e os US$ 90 por barril: no radar entraram notícias de bombardeios no sul de Gaza, onde se concentram os palestinos e estrangeiros que tentam fugir pelo Egito. Londres sobe mais que os pares, otimista com pausa no aperto de juros depois da primeira desaceleração trimestral nos salários desde janeiro. Por lá, mineradoras realizam antes da bateria de dados da China à noite.

Na Alemanha, o índice Zew de expectativas econômicas subiu de -11,4 pontos em setembro para -1,1 em outubro, acima do consenso (-7). O destaque corporativo é negativo: a sueca Ericsson caía 8%, no menor nível em seis anos, após frustrar o consenso com suas projeções de resultado no 4TRI.
(Lucia Boldrini + agências)

Confira os índices às 7h18 👇

▪️ Londres — FTSE100: +0,28%
▪️ Frankfurt — DAX: -0,35%
▪️ Paris — CAC 40: -0,24%
▪️ Madrid — Ibex 35: -0,10%
▪️ Europa — Stoxx 600: -0,17%

Veja Também