Giro dos Mercados

Dólar sobe e juros caem com exterior disposto ao risco e agenda doméstica no foco

Atualizado 14/07/2023 às 09:54:16

O dólar devolveu alta da abertura frente o real e há pouco operava estável, com viés de queda a R$ 4,7870 (-0,07%) . No exterior, a moeda americana sobe tentando recuperar-se das mínimas de 15 meses em meio a apostas no fim do ciclo de alta de juros do Fed pós leituras de queda da inflação ontem e anteontem. O DXY continua abaixo dos 100 pontos (99,966), mesmo em alta de +0,20%, e a moeda cai mais de 2% na semana, seu pior desempenho semanal em oito meses.

Os mercados ainda esperam um aumento de 25 pb do Fed no fim deste mês, mas outro aumento no ano não é mais o cenário base. A temporada de resultados do 2TRI também pode dar ao Fed o que pensar em termos de aperto extra. Os principais bancos começaram a divulgar o 2TRI nessa sessão e o investidor busca sinais de instabilidade após a turbulência no início da primavera do hemisfério norte.

Os juros futuros cedem na abertura na contramão dos retornos dos Treasuries, que sobem na ponta mais curta, enquanto os rendimentos dos mais longos oscilam. Daqui a pouco sai a leitura preliminar de julho do sentimento do consumidor da Univ. do Michigan.

Aqui, o IBGE divulgou que o varejo caiu mais do que o consenso (1% ante previsão de -0,2%, na margem) e o mercado acompanha a agenda econômica doméstica. (Ana Katia)

Veja Também