Giro dos Mercados

Dólar sobe, como os juros longos, antes do Jolts; Ibovespa futuro avança com China

Atualizado 29/08/2023 às 09:39:38

O pré-mercado de Nova York está cauteloso antes do relatório Jolts de vagas a preencher nos EUA em julho; o primeiro dado de emprego da semana pode dar a direção dos juros também por aqui. Sem direção única, a curva DI olha o dólar e os rendimentos dos Treasuries em alta rápida (10 anos a 4,228%, subindo 1,6 ponto-base; 2 anos a 5,033%, +2,3 pbs), como o índice dólar DXY (+0,22%, a 104,295 pontos).

Aqui, a divisa à vista abriu em alta e fez máxima em R$ 4,8988 (+0,46%); o futuro retomou os R$ 4,90 na máxima (R$ 4,9015). Na curva DI, jan/24 (12,400%) e jan/25 (10,525%) estão perto da estabilidade. Daí em diante, os pedidos de prêmios sobem: jan/27 +10,2450% (+3,5 pbs), jan/29 a 10,710% (+3 pb), jan/31a 11,00% (+5 pbs, na máxima).

O Ibovespa futuro (+0,35%, a 119,460 pontos) segue a festa dos mercados da Ásia e da Europa com notícias de que mais estímulos na China estão a caminho e serão mais amplos que as medidas de apoio ao mercado de capitais. (Lucia Boldrini + agências)

Veja Também