Giro dos Mercados

Dólar sobe com exterior e puxa juros futuros em sessão de agenda esvaziada

Atualizado 10/07/2023 às 09:44:06

O dólar sobe alinhado ao exterior, onde o índice DXY ganha 0,21% (102,486), às vésperas da divulgação do CPI dos EUA, do Livro Bege e dos primeiros números corporativos do 2TRI nos EUA, em sessão que contará com as falas de vários membros do Fed.

Há pouco a moeda subia a R$ 4,8673 (+0,03%), fortalecendo os juros futuros, enquanto no exterior os rendimentos dos Treasuries estão mistos, com os de 10 anos ligeiramente acima de 4% (4,07690%), enquanto o de dois anos caiu alguns pontos base, se afastando dos 5% após o payroll (a 4,93150%).

A sessão é de agenda doméstica esvaziada pelo início do recesso parlamentar após a aprovação da reforma tributária. A perspectiva é de início dos cortes da Selic em agosto, mas no Focus a redução da projeção de inflação do ano foi pequena, de 4,98% para 4,95%, enquanto a dos anos seguintes, junto com a estimativa para a Selic, ficou estável.

O IPCA de junho, previsto para amanhã, deve apontar deflação de 0,10% (mediana), após +0,23% em maio. Na China, dados de inflação confirmaram a desaceleração do país. (Ana Katia)

Veja Também