Giro dos Mercados

Dólar sobe com exterior aguardando Fed e puxa juros futuros em meio à incerteza sobre a agenda doméstica

Atualizado 05/07/2023 às 09:56:24

O dólar ganha força ante pares e emergentes com investidores aguardando ata da reunião de política monetária do Fed, que pode oferecer logo mais algumas pistas sobre as perspectivas para as taxas de juros.

A cautela no exterior se apoia nos dados fracos da economia global que renovam temores sobre a recuperação e a recessão. O índice do dólar DXY mantém-se na faixa dos 103 pontos (103,122), avançando +0,13%. Os mercados precificam chance de mais de 85% de que o Fed aumentará as taxas em mais 25 pb em julho e de 20% de outro aumento igual em setembro. O relatório mensal de emprego, na 6ªF, deve ter mais peso na calibragem das expectativas.

Os rendimentos do Tesouro estão mistos na volta do feriado. Há pouco o de 10 anos renovava máxima a 3,889%, de 3,856%.

Aqui, os juros futuros sobem em toda a curva, mais de 10 pontos a partir de Jan/27, acompanhando o dólar que avança a R$ 4,8571 (+0,34%), puxado pelos fatores externos. As taxas também refletem incertezas em relação ao avanço da pauta doméstica. (Ana Katia)

Veja Também