Câmbio

Dólar fecha quase estável, mas acumula baixa de 1,46% na semana com expectativa de fim do ciclo de alta do Fed

Atualizado 14/07/2023 às 17:08:17

O dólar à vista encerrou a 6ªF perto da estabilidade perante o real, acompanhando a pausa na forte desvalorização da moeda americana frente aos pares no exterior. Dados preliminares de sentimento do consumidor nos EUA em julho e de expectativas de inflação em um e cinco anos no país surpreenderam ao virem acima do esperado, provocando uma leve correção no câmbio.

Porém, ainda prevalece no mercado a percepção de baixa do dólar, após a rodada de dados de inflação americana nesta semana mostrarem desaceleração importante nos preços, reforçando a expectativa de que o Fed fará apenas mais uma alta de 25 pb nos juros neste mês e depois encerrará o ciclo de aperto monetário.

No noticiário doméstico, o dado fraco de vendas no varejo motivou alguma cautela dos investidores estrangeiros, que embolsaram ganhos recentes na bolsa e compraram moeda. O dólar à vista fechou a sessão em leve alta de 0,10%, a R$ 4,7950, após oscilar entre R$ 4,7770 e R$ 4,8148. Na semana, porém, a moeda recuou 1,46%. Às 17h03, o dólar futuro para agosto caía 0,02%, para R$ 4,8100. Lá fora, o índice DXY operava em alta de 0,20%, aos 99,965 pontos. O euro tinha leve ganho de 0,02%, a US$ 1,1225. E a libra recuava 0,31%, para US$ 1,3091. (Téo Takar)

Veja Também