Câmbio

Dólar fecha em alta em meio ao avanço global da moeda após o PIB dos EUA

Atualizado 27/07/2023 às 17:59:00

O dólar à vista fechou com alta nesta 5ªF, acompanhando o avanço global da moeda ante divisas pares e emergentes. Por trás dessa força está o PIB dos EUA no 2º trimestre, que cresceu 2,4%, em termos anualizados, após expansão de 2% no 1º trimestre.

O resultado veio bem acima do esperado pelo mercado, de +1,8%, reforçando a leitura de pouso suave da economia do país. O que também sustenta a posição do Fed, de deixar a porta aberta para mais aumentos de juros, se necessário. Os juros dos Treasuries passaram o dia em alta.

Por aqui, o dólar moeda iniciou a sessão em baixa, flertando com os R$ 4,70, ainda sob influência da elevação da nota soberana do Brasil pela Fitch e com fluxo positivo.

No fechamento, subiu 0,65%, a R$ 4,7587, após oscilar entre R$ 4,7096 e R$ 4,7592. Há pouco, o dólar futuro para agosto tinha alta de 0,28%, a R$ 4,7560.

Lá fora, às 17h14, o índice DXY tinha alta de 0,90%, a 101,797 pontos. O euro cai forte – 1,07%, a US$ 1,0968 -, apesar da elevação de juros pelo BCE hoje. A libra esterlina recua 1,19%, a US$ 1,2789.

Na contramão, o iene sobe com a notícia, apurada pela agência Nikkei, que o BoJ vai discutir ajustes em sua política de controle da curva de juros na reunião de política monetária desta 6ªF. O dólar cai 0,60%, a 139,371 ienes. (Ana Conceição)

Veja Também