Giro dos Mercados

Dólar e juros são estáveis; no exterior, DXY ganha força após flexibilização da inflação oxigenar mercados

Atualizado 19/07/2023 às 09:57:40

Dólar e juros operam perto da estabilidade no início do pregão de agenda mais reduzida. Há pouco a moeda subia a R$ 4,8094 (+0,01%) e os juros avançavam moderadamente.


Mais cedo, o investidor conferiu dados de inflação na Europa, com os do Reino Unido mais fracos do que o consenso, o que tirou força da libra (-0,99%) ao diminuir a pressão sobre o BoE a respeito do aumento de juros.

As notícias encorajadoras somaram-se aos sinais positivos dos EUA e da Europa, reforçando as esperanças entre os investidores de que uma campanha de aperto dos BCs globais para conter os preços está chegando ao fim.

O iene enfraqueceu pelo segundo dia após o comentário do presidente do BoJ, Kazuo Ueda , de que iria manter flexibilização monetária, a menos que haja uma mudança em sua visão de meta de preço.

O índice DXY volta a operar acima dos 100 pontos, a 100,210, em alta de +0,27%. Os rendimentos dos Treasuries recuam. O de dez anos caía de 3,78830% a 3,73660%, enquanto o retorno do papel de dois anos recuava de 4,75950% para 4,70860%. (Ana Katia)

Veja Também