Giro dos Mercados

Dólar e juros cedem com exterior após BoJ e PCE

Atualizado 28/07/2023 às 09:50:30

Dólar e juros cedem na abertura, em linha com o exterior onde a moeda e os títulos reagem desde cedo à decisão do BoJ, ao anúncio de estímulos da China para o setor imobiliário, e há pouco ao PCE no consenso. Há pouco o DXY caía 0,31% (101,459). Ante o real, o dólar cede a R$ 4,7121 (-0,98%), às vésperas da Ptax do mês.

O BoJ disse que adotará abordagem mais branda na política de controle da curva de rendimento, embora tenha mantido taxas negativas. O movimento marca um passo potencial para o fim da postura ultradovish em cenário de inflação resistente e encerra uma grande semana para os grandes bancos centrais, com aumentos nas taxas nos EUA e na Europa vistos como os movimentos finais no ciclo de elevação mais agressivo em uma geração.

Pós-BoJ, os títulos mundiais caíram, pois os rendimentos mais altos podem convencer os investidores japoneses — que possuem quantidades consideráveis desses papéis americanos, europeus e australianos — a reduzir as participações em dívidas estrangeiras. Os retornos dos Treasuries cedem, após subirem ontem. Aqui, os juros futuros têm queda moderada na ponta mais longa e estão perto do ajuste nos mais curtos, no aguardo do Copom. A aposta majoritária é no corte Selic em 25pb. (Ana Katia)

Veja Também