Giro dos Mercados

Dólar é estável e juros caem com exterior à espera de mais pistas sobre os juros americanos

Atualizado 18/07/2023 às 09:26:54

Em sessão de agenda esvaziada, o dólar há pouco zerava a queda a R$ 4,8092 (+0,05%), em linha com o exterior, onde a moeda tem desempenho misto ante emergentes. Frente às divisas pares, o dólar opera em queda no aguardo de dados do varejo e produção industrial dos EUA, que podem dar novas pistas sobre a política monetária.

O DXY bateu a mínima de 99,589 e há pouco cedia 0,13%, a 99,726. O índice registrou sua pior semana de 2023 na semana passada, depois que dados mostraram que a inflação nos EUA diminuiu ainda mais com os preços ao consumidor registrando seu menor aumento anual em mais de dois anos. Isso tirou a pressão do Fed para continuar aumentando as taxas de juros.

Os mercados monetários precificaram quase totalmente uma alta de 25 pb na próxima semana, mas preveem que as taxas cairão já em dezembro. O euro atingiu um novo pico de 17 meses de US$ 1,12473 (+0,09%), com os mercados precificando um aumento de 25 bps do BCE quando anunciar sua política em 27 de julho, mas a perspectiva de um novo aumento dos juros em setembro não é clara, depois que a atividade econômica da zona do euro desacelerou em junho.

Os rendimentos dos Treasuries, alinhados ao dólar, cedem e são acompanhados pelos juros futuros aqui antes do leilão de NTN-B e LTF. (Ana Katia)

Veja Também