Câmbio

Dólar corrige alta recente, apoiado na recuperação das commodities após China anunciar estímulos

Atualizado 06/02/2024 às 18:26:16

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2024/01/dolar-3.jpg

[06/02/24] Da Redação do Bom Dia Mercado

Depois de testar os R$ 5 ontem, o dólar devolveu nesta 3ªF parte da forte alta, com investidores reagindo ao pacote de estímulos anunciados pelo governo chinês para sustentar o consumo e acalmar o mercado de ações local.

As medidas deram suporte aos preços das commodities e, por tabela, às moedas de países produtores, como o real brasileiro.

O mercado também monitorou as declarações de diversos membros do Fed, mas as falas não trouxeram novidades em relação ao que Jerome Powell já havia dito nos últimos dias.

Por aqui, o clima tenso em Brasília não chegou a fazer preço no câmbio, apesar da fala dura de Arthur Lira ontem, cobrando compromisso do governo, e do cancelamento de última hora da reunião entre Fernando Haddad e líderes da Câmara.

O dólar à vista fechou em baixa de 0,39%, a R$ 4,9622, após oscilar entre R$ 4,9512 e R$ 4,9809. Às 17h01, o dólar futuro para março caía 0,49%, a R$ 4,9725. Lá fora, o índice DXY recuava 0,22%, aos 104,222 pontos. O euro subia 0,06%, a US$ 1,0749. E a libra ganhava 0,49%, a US$ 1,2595. (Téo Takar)

Veja Também