Giro dos Mercados

Dólar cede e juros futuros se ajustam em alta em sessão de liquidez reduzida

Atualizado 04/07/2023 às 09:44:00

O dólar cede rente o real, a R$ 4,7923 (-0,33%) em linha com moedas emergentes em pregão de agenda fraca e liquidez reduzida por feriado americano de 4 de julho, com petróleo ensaiando alta de 2%.

No exterior, o DXY é estável, aos 102,971 pontos (-0,02%), com o dólar cedendo ante o iene (-0,20%) após o diplomata financeiro do Japão Masato Kanda dizer que as autoridades estavam em contato com a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, e outras autoridades estrangeiras quase todos os dias sobre moedas e mercados financeiros, o que acendeu alerta sobre a possibilidade de uma intervenção coordenada.

Os investidores também aguardam o payroll que sai na 6ªF e pode influenciar decisão do Fed. Mais cedo, o BC da Austrália (RBA) manteve os juros estáveis ​​em 4,10%, avisando sobre eventuais apertos adicionais. Após PMIs apontarem contração em várias economias ontem, há expectativa pelos dados do Japão e da China à noite.

Aqui, dia de leilão de NTN-B e LTF, os juros futuros se ajustam em alta após na véspera furarem os 10% por apostas de corte da Selic e otimismo com a tramitação da pauta econômica, após a produção industrial superar consenso. Sabatina dos indicados ao BC e a pressão dos governadores do Sudeste e do Sul por mudanças na reforma tributária segue no radar. O Ibovespa futuro cai aos 121.235 pontos (-0,32%). (Ana Katia)

Veja Também