Câmbio

Dólar cai e juros sobem antes dos dados de inflação americana e após estímulos da China

Atualizado 22/06/2023 às 10:56:29

O dólar opera perto da estabilidade com viés de baixa em sessão de fraqueza generalizada da moeda (DXY -0,31%, aos 103,334 pontos) antes dos dados da inflação nos EUA. Há pouco ante o real caía a R$ 4,8631 (-0,07%), sob influência também dos estímulos chineses.

Na Ásia, o iuan da China caiu para uma mínima de seis meses depois que o BC reduziu a taxa de empréstimo de curto prazo pela primeira vez em 10 meses, em uma tentativa de restaurar a confiança do mercado e sustentar sua estagnada recuperação pós-pandemia.

Os juros futuros sobem moderadamente em dia de leilão de NTN-B e LTF e agenda esvaziada.

Nos Treasuries, o rendimento da Note de 2 anos é estável a 4,577%, e o da Note de 10 anos cai a 3,725%, de 3,737%.

O CPI americano sai logo mais com poder de influenciar o Fed que está em seu primeiro dia de reunião de política monetária, com uma decisão sobre a taxa de juros prevista para amanhã.

A queda do dólar reflete a precificação de pausa nos aumentos de juros.

A aposta é de mais 70% de chance de o Fed manter taxa estável nesta semana, ainda que o investidor espere outro aumento de 25 pb em julho (55%) (Ana Katia)

Veja Também