Câmbio

Dólar avança a R$ 4,84 em meio ao impasse da pauta econômica na Câmara

Atualizado 04/07/2023 às 17:10:26

O dólar à vista ganhou força ao longo da tarde e encerrou a sessão na casa dos R$ 4,84, em meio à piora do clima político em Brasília e a ausência dos investidores estrangeiros no mercado, por conta do feriado nos EUA. Sem a referência externa, o foco dos investidores recaiu sobre a extensa pauta econômica do governo que precisa ser aprovada pelo Congresso nesta semana.

Pela manhã, as aprovações de Gabriel Galípolo e Ailton Aquino na CAE do Senado para diretorias do BC trouxe tranquilidade ao câmbio. O clima azedou a partir do começo da tarde, conforme surgiram notícias de bastidores de que o projeto do Carf, que trava a pauta da Câmara, não conta com consenso e pode não ser votado hoje.

Da mesma forma, a reforma tributária segue gerando polêmica entre governadores e corre o risco sequer de ser discutida em plenário nesta semana, comprometendo a agenda econômica do governo. Há ainda o arcabouço fiscal, cujas mudanças feitas no Senado precisam ser validadas pelos deputados.

O dólar à vista fechou em alta de 0,67%, a R$ 4,8405, após oscilar entre R$ 4,7838 e R$ 4,8468. Às 17h05, o dólar futuro para agosto avançava 0,73%, para R$ 4,8660. Lá fora, o DXY apontava leve alta de 0,07%, aos 103,057 pontos, enquanto o euro caía 0,28%, para US$ 1,0881. E a libra subia 0,19%, para US$ 1,2715. (Téo Takar)

Veja Também