Câmbio

Dólar à vista fecha em queda com Powell e Fitch

Atualizado 26/07/2023 às 17:12:38

O dólar à vista acelerou a queda na parte final da sessão, acompanhando o desempenho da moeda no exterior, que cedeu mais após o presidente do Fed, Jerome Powell, ter deixado a porta aberta para uma pausa no ciclo de aperto monetário.

Em entrevista após o BC americano ter elevado o juro em mais 0,25pp, ele disse que uma parada na alta dos juros em setembro é “uma possibilidade”, embora não tenha descartado um aumento. Tudo vai depender dos dados, reiterou diversas vezes.

Embora o mercado de ações não tenha reagido muito nos EUA, a moeda cedeu, com o índice DXY, que mede a força do dólar ante seis divisas fortes, voltando a ficar abaixo dos 101 pontos.

Por aqui, o real já vinha se apreciando desde a manhã por causa da elevação no rating do Brasil pela Fitch, de BB- para B. O CDS de 5 anos do Brasil, medida de risco do país, caiu a 167 pontos, nível mais baixo desde junho de 2021.

No fechamento, o dólar à vista recuou 0,46%, a R$ 4,7282, após oscilar entre R$ 4,7230 e R$ 4,7554. O dólar futuro para agosto tinha, há pouco, alta de 0,53%, a R$ 4,730. Às 17h08, o DXY tinha queda de 0,38%, a 100,967 pontos. O euro subia 0,32%, a US$ 1,1092 e a libra esterlina subia 0,33%, a US$ 1,2942. (Ana Conceição)

Veja Também