Juros

DIs seguem Treasuries em queda forte após Powell

Atualizado 01/11/2023 às 18:06:05

As taxas dos DIs fecharam com queda forte na B3, acompanhando os retornos dos Treasuries, que derreteram, primeiro com o anúncio dos leilões trimestrais do Tesouro americano, com expansão mais moderada que o esperado. Depois, com as declarações de Jerome Powell após o Fed decidir manter os juros na faixa entre 5,25% e 5,50%.

Embora Powell não tenha descartado um novo aperto monetário, analistas apontaram pontos dovish em sua fala, como a sugestão de que o aumento dos retornos dos Treasuries pode estar ajudando na luta conta a inflação. A menção ao gráfico de pontos, dizendo que a possibilidade de mais um aumento de juros, como indicado em setembro, “não é uma promessa”, também animou investidores.

“O Fed tentou entregar uma pausa hawkish, mas Powell não foi convincente e Wall Street não acredita em mais aumento de juros”, afirmou Edward Moya, analista sênior da Oanda. Agora, a expectativa fica por conta do comunicado do Copom, por volta das 18h30, que pode fazer menção ao aumento dos riscos fiscais domésticos – que hoje ficaram em segundo plano - e os efeitos do conflito Israel-Hamas.

No fechamento, o contrato DI para jan/24 recuou a 12,034% (de 12,038%, ontem); o jan/25 cedeu a 10,945% (de 11,083%); o jan/26, a 10,815% (de 11,052%). O jan/27, a 11,010% (de 11,235%); o jan/29, a 11,370% (de 11,589%). O jan/31 caiu a 11,580% (de 11,766%). (Ana Conceição)

...

Veja Também