Sem categoria

De olho no Fed, petróleo cai com o corte de estimativas de preço do Goldman Sachs

Atualizado 22/06/2023 às 11:09:49

O petróleo cede em meio a preocupações com o crescimento da demanda por combustível na China e a crescente oferta russa.

O Goldman Sachs cortou suas previsões de preço da commodity por causa das ofertas acima do esperado da Rússia e do Irã e elevou as previsões de oferta de 2024 para os dois produtores e a Venezuela em um total de 800 mil bpd.

A previsão do preço do petróleo bruto do banco para dezembro agora é de US$ 86 o barril para o Brent, abaixo dos US$ 95, e de US$ 81 o barril para o WTI, abaixo dos US$ 89.

Em relação ao Fed. a maioria espera que o BC deixe as taxas de juros inalteradas quando concluir sua reunião na 4ªF.

Os índices de referência registraram quedas semanais na semana passada em reação a dados chineses, o que alimentou a cautela sobre o crescimento da demanda e compensou a promessa da Arábia Saudita de cortar a produção.

Do outro lado, a oferta russa se manteve , com exportações para a China e a Índia crescendo apesar da implementação do embargo da UE e do mecanismo de teto de preço do Grupo dos Sete que começou no início de dezembro.

Há pouco o Brent para agosto cedia a US$ 73,47 (-1,76%) e o WTI para julho a US$ 68,71 (-2,08%). (Ana Katia + agências)

Veja Também