Petróleo

Cortes da Opep+ não convencem e petróleo fecha em forte queda

Atualizado 30/11/2023 às 19:21:46

As cotações do petróleo fecharam em forte queda, a despeito de membros da Opep+ terem anunciado cortes voluntários de produção que totalizarão 2,2 milhões de bpd no 1º trimestre de 2024.

Segundo analistas, a natureza voluntária dessas reduções gerou ceticismo sobre se elas serão realmente implementadas.

“O que o mercado esperava era uma voz unificada sobre os cortes”, disse Stewart Glickman, analista da CFRA Research, ao MarketWatch. Os cortes podem ser facilmente revertidos, em especial por países menores, que não levam muito a sério essas diretrizes.

Essas reduções são calculadas sobre o nível de produção exigido para 2024 acordado na reunião de 4 de junho de 2023 e se somam aos cortes voluntários anunciados anteriormente em abril de 2023, que foram posteriormente estendidos até o final de 2024, disse a Opep+.

No fechamento, o Brent para fevereiro caiu 2,43%, a US$ 80,86 por barril, na ICE. O WTI para janeiro recuou 2,44%, a US$ 75,96 por barril, na Nymex. No mês, o Brent recuou 4,70%, o WTI cedeu 5,95%. (BDM Online + agências)

Veja Também