Ibovespa

Commodities operam em direções opostas, e ações não dão sustentabilidade ao Ibovespa

Atualizado 26/07/2023 às 11:08:47

As commodities operam mistas nesta quarta-feira. O contrato para setembro de minério de ferro em Dalian, na China, teve alta de 1,76% (US$ 121,11 a tonelada). Há pouco, em Cingapura, a matéria-prima avançava 0,17% (US$ 114,70). Mas o lucro da Rio Tinto, segunda maior mineradora do mundo, apresentou queda expressiva no primeiro semestre, com redução do pagamento aos acionistas, o que pode pesar sobre as ações do segmento.

Por aqui, as ações do setor operam sem direção única. Vale (#VALE3) cai 0,74% (R$ 71,48), mas CSN Mineração (#CMIN3) avança 0,68% (R$ 4,45). Usiminas (#USIM5) recua 0,27% (R$ 7,49), enquanto CSN (#CSNA3) tem alta de 1,37% (R$ 14,01); Gerdau (#GGBR4) +0,31% (R$ 29,09) e Metalúrgica Gerdau (#GOAU4) registra valorização de 0,44% (R$ 13,59).

Já o petróleo recua, também à espera da decisão sobre juros dos EUA e dos dados oficiais de estoques norte-americanos da commodity. Por aqui, Petrobras sobe antes de divulgar seu relatório de produção e vendas, após o fechamento do mercado. Petrobras ON (#PETR3) tem alta de 0,03% (R$ 34,62) e Petrobras PN (#PETR4) avança 0,16% (R$ 31,05); Prio (#PRIO3) recua 1,22% (R$ 44,41) e 3R Petroleum (#RRRP3) cai 0,92% (R$ 35,58). (Priscila Arone)

Veja Também