Giro dos Mercados

Com melhora das expectativas econômicas, Ibovespa se descola de NY, que cede às incertezas antes do 4 de julho

Atualizado 03/07/2023 às 11:55:50

O Ibovespa avança aos 119 mil pontos com a tramitação da reforma tributária e do arcabouço fiscal e a expectativa de corte da Selic em agosto diante da queda da inflação, cuja meta foi mantida em 3% na semana passada. Mais cedo, o Focus revisou para baixo as projeções do IPCA deste e dos próximos anos e a estimativa do mercado é que a taxa de juros deve começar a cair na próxima reunião do Copom, provavelmente 25 pb em agosto.

Há pouco o Ibovespa subia aos 119.611,60 pontos (+1,29%), totalmente descolado de NY, que oscila sem direção única em meio às incertezas sobre o aperto monetário em sessão de liquidez reduzida pré-feriado de 4 de julho e semana de payroll. Dow cai -0,10%; o S&P 500, -0,03%; e mesmo Nasdaq devolveu os ganhos, agora em -0,01%.

PMIs mais fracos do que o estimado tiraram a força do DXY, que está em +0,05% (102,963) e derrubaram os rendimentos dos Treasuries. Aqui, prevalece a melhora de expectativas para a economia e o dólar cai a R$ 4,7850 (-0,10%), puxando os juros futuros. (Ana Katia)

Veja Também