Morning Call

China vem mal. PPI testa chance de Fed menos hawkish

Atualizado 13/07/2023 às 01:41:23

Por Rosa Riscala e Mariana Ciscato*

[13/7/2023]


… A primeira notícia do dia vem da China e preocupa, com dados muito fracos da balança comercial em junho, nos reflexos da desaceleração global da demanda, que podem pesar para as commodities. Na zona do euro, sai a ata do BCE (8h30). Nos EUA, o investidor já passou bem pelo primeiro e mais importante teste da semana: o CPI. Vem agora o segundo desafio, da inflação ao produtor (PPI) em junho (9h30). A previsão é de alta de 0,2% contra maio, quando o indicador registrou queda de 0,3%. Na base anualizada, o dado deve desacelerar de 1,1% para 0,40%. O resultado servirá como uma espécie de tira-teima para as apostas entre os investidores de que o aperto monetário do Fed contratado para este mês (dia 26) pode ser o último do ciclo monetário.

… Esta sensação dovish saiu fortalecida ontem pelo CPI, que desacelerou de 4,0% em maio para 3,0% em junho, colado à previsão de 3,1%, e favoreceu o consenso no mercado de que a inflação nos EUA cravou o pico.

… A inflação americana está agora em um terço que estava um ano atrás, quando atingiu seu ponto mais alto em quatro décadas, e renova os argumentos para o Fed acabar logo com o ciclo histórico de aperto monetário.

… O núcleo do CPI perdeu ritmo em junho, para 4,8%, de 5,3%, e embora continue bem mais do que no dobro da meta de inflação (2%), não esvazia a percepção de que o BC dos EUA está quase terminando de subir o juro.

… A leitura mais suave da inflação disparou para quase 82% na ferramenta do CME a estimativa do mercado de que o BC de Powell deixará o juro estável na reunião de setembro. Ou seja, sobe agora em julho e depois para.

… Alguns grandes bancos ainda seguem na ponta hawkish. O Citi, por exemplo, reconhece que a inflação mais fraca amplia a chance de o Fed pular setembro. Mas duvida que os EUA escapem de nova dose de alta em novembro.

… É claro que nada está escrito em pedra, porque ainda tem muita água para rolar nos próximos meses. Mas o retrato do momento pode sensibilizar os falcões a ajustarem os discursos e começarem a pegar mais leve.

… A esperança renovada de que o Fed interrompa em breve o ciclo agressivo acionou uma onda de risk-on em NY ontem, sustentou as bolsas, derrubou os juros dos Treasuries e levou o dólar às mínimas em mais de um ano.

… Por aqui, o real ganhou bastante fôlego. Mas os juros futuros firmaram alta no final do pregão, diante das apostas esvaziadas em um corte de meio ponto da Selic em agosto, e o Ibovespa operou sem gás (abaixo).

CHINA HOJE – As exportações aceleraram a queda para 12,4% em junho, na base anualizada, depois do declínio de 7,5% em maio, e decepcionaram a previsão dos analistas de mercado de um recuo menor, de 9,2%.

… As importações caíram 6,8% e também vieram piores do que o esperado (-4%) e do que no mês anterior (-4,5%). O superávit comercial de US$ 70,62 bilhões decepcionou a estimativa de US$ 74,00 bilhões.

LIMPANDO A ÁREA – Na tentativa de abrir caminho para a reforma tributária no Senado, Pacheco e Haddad combinaram de aprovar o Carf em 15 dias, a partir do fim do recesso parlamentar (dia 31), informou o Valor.

… Escolhido relator do projeto do voto de qualidade do Carf, o senador Otto Alencar negou que esteja sendo pressionado a cumprir este cronograma: “Ninguém me pediu nada. O tempo é o tempo do Senado”, disse.

… Mas está todo mundo com pressa para aprovar a reforma tributária. Eduardo Braga, que ficou com a relatoria do texto no Senado reiterou ontem, após reunião com Haddad, o objetivo de votar o texto até o fim de outubro.

… Dentro deste prazo, haveria tempo de a Câmara retomar a análise da matéria, garantindo a promulgação até o fim do ano. O Senado ainda aguarda a publicação da versão final da reforma aprovada pelos deputados.

… O relator da proposta na Câmara, Aguinaldo Ribeiro, explicou que a proposta está sendo revisada e que assim que Arthur Lira retornar para o Brasil, os dois assinarão o texto para o encaminhamento ao Senado.

… Eduardo Braga disse que vai cobrar da Fazenda modelos matemáticos que simulem a aplicação de diferentes alíquotas de IVA. Os cálculos serão utilizados para determinar um valor máximo de tributo a ser cobrado na PEC.

… A ideia do relator é colocar travas constitucionais que impeçam o aumento da carga tributária no País.

… “O que faz as alíquotas aumentarem são as excepcionalidades”, disse. Também a ministra Simone Tebet alertou que abrir demais o número de exceções na reforma pode “pôr por terra” os benefícios gerados pela proposta.

… “A PEC pura geraria um crescimento real do PIB brasileiro de 1% ao ano a partir de 2026”, calculou. Com as exceções, segundo ela, esse ganho do PIB será reduzido para 0,5% ao ano, em cinco anos, a partir de 2026.

ELETRODOMÉSTICOS – Empolgado com a repercussão popular do programa de desconto para a compra de carros novos, Lula surpreendeu seus ministros ontem, em evento, ao falar em baratear eletrodomésticos da linha branca.

… Não há no governo cálculos do impacto fiscal da medida. Em conversa com jornalistas, Simone Tebet negou que o pedido feito por Lula esteja sob estudo no Planejamento. “Tem que perguntar ao Alckmin”, respondeu a ministra.

… No meio da tarde, o presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Jorge Nascimento, antecipou ao Broadcast que a proposta está em construção com alguns ministérios.

… Segundo ele, em 40 dias, o setor terá uma proposta para a substituição de geladeiras, televisões e máquinas de lavar roupa. “A política para substituição de eletrodomésticos pode ter crédito subsidiado”, afirmou Nascimento.

SANEAMENTO – O acordo do governo federal com o Senado desagradou às empresas municipais do setor, que avaliam ir ao STF contra os dois decretos que mudam regras do marco legal do segmento, informa a Folha.

… O ponto de atrito no texto diz respeito à previsão de que os municípios que prestam diretamente o serviço de saneamento, sem um aval estadual, precisarão de uma autorização do Estado para continuarem a atividade.

… Para as prefeituras, a questão traz insegurança jurídica do ponto de vista de recurso de financiamento já em curso.

AGENDA – Às 9h, saem os dados regionais de produção industrial de maio, além do levantamento sistemático da produção agrícola de junho. Lula sanciona, em cerimônia às 11h, a recriação do Minha Casa, Minha Vida (MCMV).

… Segundo o Broadcast, há pressão no governo para que ele vete “jabutis” do texto que afetam o setor elétrico.

… Equipes técnicas de diversos ministérios recomendaram que Lula barre a compra compulsória pelas distribuidoras dos excedentes de energia elétrica gerada pelos consumidores atendidos no MCMV com painéis solares.

… O ministro do MME, Alexandre Silveira, criticou a medida, dizendo que as tarifas de energia podem aumentar.

… A Aneel também é contra e estima que as emendas incluídas no texto aprovado pelo Congresso têm potencial de gerar um impacto anual de R$ 1 bilhão, a ser assumido pelos demais consumidores via tarifas.

LÁ FORA – No mesmo horário do PPI nos EUA (9h30), saem os pedidos de auxílio-desemprego, que têm previsão de alta de 8 mil pedidos, para 248 mil. AIE (5h) e Opep (sem horário) divulgam seus relatórios mensais de petróleo.

… A produção industrial de maio será divulgada às 6h na zona do euro. À noite, o diretor do Fed Christopher Waller discursa em evento sobre cenário econômico (19h45) e o BC do Peru divulga decisão de política monetária (20h).

GANHA-GANHA – O real assumiu ontem posição privilegiada, voltando a explorar o diferencial de juros.

… A moeda foi duplamente beneficiada, porque o CPI abriu chance de o Fed dar o ciclo de aperto por encerrado após a reunião deste mês e, aqui, a inflação de serviços motiva o Copom a ir mais devagar no corte de agosto.

… No jogo de forças da liquidez global, o Brasil continuaria se dando ainda relativamente bem no carry-trade.

… Na mínima, o dólar chegou a cair abaixo de R$ 4,80, cotado a R$ 4,7851. Embora não tenha bancado esta marca, fechou em queda firme de 0,90%, a R$ 4,8180; o dólar para agosto caiu 0,73%, para R$ 4,8350.

… A queda da moeda foi reforçada pela recuperação das commodities e pelo fluxo estrangeiro, com investidores de olho nas ações baratas e no provável início do ciclo de afrouxamento do Copom a partir de agosto.

… Além disso, a baixa de 14 meses no dólar se espalhou globalmente, com 28 das 31 principais moedas rastreadas pela Bloomberg subindo após o CPI, muitas se aproximando ou ultrapassando níveis-chave.

… O índice DXY caiu 1,18%, para 100,534 pontos, o euro disparou para US$ 1,11, seu patamar mais alto em relação ao dólar desde março de 2022, por causa da avaliação de que o BCE seguirá firme no aperto.

… A libra subiu a US$ 1,29 (+0,45%), nível mais forte em mais de um ano, e o iene saltou 1,36%, a 138,40/US$, em meio a especulações de que o BoJ poderá reajustar sua política de controle da curva de juros este mês.

… Durante boa parte do pregão, os juros futuros caíram, sintonizados à zeragem de posições compradas em dólar. Mas estressaram na reta final, recuperando as preocupações com a resistência da inflação de serviços no Brasil.

… O IPCA de junho já havia captado esta pressão e, ontem, o crescimento de 0,9% do setor de serviços em abril, mais que o dobro do 0,4% esperado, voltou a levantar a lebre de que o Copom economizará na queda da Selic.

… Dois dias atrás, todo mundo se lembra, o diretor de política econômica do BC, Diogo Guillen, chamou a atenção para o salto da inflação de serviços, sugerindo que o Copom pode optar pela parcimônia no início do corte do juro.

… A parte intermediária da curva fechou em alta moderada e os mais longos subiram, ficando perto dos ajustes.

… Jan/24 teve alta marginal, a 12,850%, de 12,838%; jan/25 avançou a 10,830% (de 10,763%); jan/26, a 10,175% (de 10,101%); jan/27, a 10,175% (de 10,128%); jan/29, a 10,470% (de 10,460%); e jan/31, 10,640% (de 10,626%).

… Os dois novos diretores do BC, Gabriel Galípolo (Política Monetária) e Ailton Aquino (Fiscalização), assinaram os termos de posse e assumiram seus mandatos de quatro anos ontem, com duração até fevereiro de 2027.

ENGESSADO – NY foi bem, o minério emplacou alta firme (+2,61%), o petróleo superou US$ 80, mas o Ibov não conseguiu manter os 119 mil pontos da máxima, nem os 118 mil, e fechou estável (+0,09%), a 117.666 pontos.

… Turbinado pelo vencimento de opções sobre o índice, o volume de negócios alcançou R$ 55,5 bilhões.

… Nas últimas semanas, quando os Fed boys começaram a insistir na necessidade de o juro nos EUA subir mais duas vezes (contra a aposta do mercado de só mais uma alta), a bolsa doméstica exibiu sinais de instabilidade.

… O fluxo estrangeiro é decisivo para o Ibov andar. Como disse um analista ao Broadcast, o índice à vista tem estado preso a um intervalo de oscilação: atrai compras quando cai abaixo de 116 mil e vendas quando supera os 121 mil.

… A percepção reforçada pelo CPI nos EUA de que o Fed pode interromper o ciclo de aperto depois da próxima reunião é um fator positivo para o Ibov. Mas queda menor projetada para a Selic em agosto serve de frustração.

… Se essa é uma boa explicação para a bolsa não estar deslanchando, é o que ainda se verá.

… O papel com maior valorização do Ibov ontem foi o da JBS, que disparou 9,05%, a R$ 18,80, influenciada pelos planos da empresa de dupla listagem no Brasil e EUA para impulsionar ações e capacidade de investimento.

… As ações da Braskem fecharam em alta de 0,38%, mas chegaram a subir até 4,60%. O movimento altista se deu instantes depois que a J&F formalizou uma proposta pela fatia de controle da Novonor na Braskem.

… O grupo está disposto a pagar R$ 10 bilhões à vista, de acordo com três fontes envolvidas.

… Na lista negativa, Azul caiu 4,28% (R$ 18,57), em reação do mercado ao lançamento de uma oferta privada de títulos de dívida sêniores da subsidiária Azul Secured Finance LLP.

… Os principais bancos também fecharam no vermelho. BB registrou -1,61% (R$ 47,56), Santander, -1,22% (R$ 29,14), Bradesco PN, -0,92% (R$ 16,15), Bradesco ON, -0,63% (R$ 14,29), e Itaú Unibanco, -0,60% (R$ 28,27).

… Na esteira da alta do minério, Vale ON subiu 0,71%, a R$ 67,05; já Petrobras perdeu força, ignorando a valorização do petróleo, que por sua vez deixou de lado os dados pessimistas dos estoques dos EUA.

…. Petrobras ON fechou em baixa de 0,30% (R$ 32,77) e Petrobras PN ficou estável (+0,07%, a R$ 29,17).

… Os estoques de petróleo dos EUA saltaram 5,946 milhões de barris na semana passada, contra 1,508 milhão na semana anterior, mas o WTI/agosto subiu 1,2% (US$ 75,75 o barril), e o Brent/setembro, +0,9% (US$ 80,11).

AO PONTO – “É muito cedo para estourar o champanhe, mas não é muito cedo para começar a resfriar a garrafa”, disse um estrategista nas agências internacionais sobre o Fed. “A alta do juro dia 26 pode ser a última.”

… Após a pausa em junho, ainda está contratado aperto de 25 pb este mês. Mas depois NY acha que chega. O CPI ajudou ontem na aposta dovish e o Livro Bege não atrapalhou, mesmo apontando avanço na atividade.  

… Na expectativa de que o encerramento dos aumentos de juros está próximo, as bolsas dos EUA subiram, os rendimentos dos Treasuries afundaram e o dólar foi para o menor nível em mais de um ano, desde abril/2022.

… O Dow Jones ganhou 0,25%, aos 34.347,43 pontos; e o S&P 500 (+0,74%, aos 4.472,16 pontos) e o Nasdaq (+1,15%, aos 13.918,96 pontos) terminaram em seus melhores patamares desde abril do ano passado.

… O rendimento dos Treasuries de dois anos cedeu 13 pontos base, para 4,737%, de 4,872% no pregão anterior, e o da Note-10 caiu a 3,863%, de 3,972%, o que ajudou a sustentar as ações das gigantes de tecnologia.

… Apesar do alívio dos investidores com o CPI, integrantes hawkish do Fed não desistem. Thomas Barkin (Richmond) reiterou o compromisso com a meta de 2%: “Se você recuar muito cedo, a inflação volta forte”.

… Os falcões estão preocupados que a última fase para reduzir a inflação possa ser a mais difícil.

… A avaliação é de que a inflação segue elevada, diante do mercado de trabalho resiliente, com criação de empregos em ritmo robusto e ganhos salariais fortes, que permitem aos americanos continuarem gastando.

… O Fed também está preocupado com o fato de a desaceleração na inflação parecer maior do que é, diante da base de comparação forte com junho/22, quando a invasão russa à Ucrânia escalava o preço da energia.

… Na visão do BC norte-americano, o crescimento anual da inflação pode aumentar ligeiramente nos próximos meses, à medida que as comparações com o ano passado se tornem menos favoráveis.

… Mas o mercado, como se vê, não está compartilhando dos receios do Fed com a mesma intensidade.  

NOVOS CONSELHEIROS – Três indicados para o Conselho do Fed foram aprovados nesta 4ªF por um painel bancário do Senado, abrindo caminho para a confirmação total pelo órgão.

… Philip Jefferson, que já é membro do Fed, foi indicado para a vice-presidência e aprovado por unanimidade. Lisa Cook e Adriana Kugler foram aprovadas por 13 votos a 10 como integrantes do conselho.

EM TEMPO… Novonor confirmou recebimento de proposta da J&F para compra de participação na BRASKEM….

… Unipar continua nas negociações, mas não pretende aumentar oferta por fatia da empresa. (fontes do Broadcast)

JBS. Moody’s avaliou que o plano da companhia de realizar pagamento extraordinário de dividendos da ordem de US$ 450 milhões “reduz marginalmente a liquidez em momento de enfraquecimento do desempenho operacional”…

… BB Investimentos reiterou recomendação neutra para a ação da empresa, com preço-alvo de R$ 28,00…

… Banco manteve classificação após companhia divulgar plano de dupla listagem no Brasil e nos EUA, devido a cenário em geral mais adverso, em diversas unidades de negócios do frigorífico…

… Barclays reiterou recomendação equal weight (equivalente a neutro) para a ação, com preço-alvo de R$ 17…

… Possível aumento da base de investidores e melhora da governança corporativa decorrentes da dupla listagem de ações podem dar suporte ao desempenho dos papéis da companhia, disse o banco.

BANCO DO BRASIL. Conselho de Administração nomeou Paulo Roberto Simão Bijos para o cargo de conselheiro; eleição será deliberada em assembleia geral extraordinária em 4 de agosto.

CYRELA registrou valor geral de vendas (VGV) de lançamentos de R$ 3,514 bilhões no 2TRI, alta anual de 51,1%, segundo prévia operacional.

TENDA registrou valor geral de vendas (VGV) de R$ 931,4 milhões em lançamentos no 2TRI, alta anual de 21,1%, segundo prévia operacional.

YDUQS informou que a BlackRock passou a deter participação de 5,016% nas ações ON.

TIM anunciou 1ª emissão de debêntures no valor de R$ 4,250 bilhões; recursos captados com emissão serão usados para pagamento de dividendos às controladoras…

… Emissão se insere em atividades de refinanciamento do Grupo Telecom Itália.

OI confirmou conclusão do processo de venda de torres de telefonia para a Highline do Brasil.

ELETROBRAS. O presidente, Wilson Ferreira Júnior, informou que a companhia estuda mais 11 fusões e aquisições até 2024, que podem conduzir cerca de R$ 35 bilhões em investimentos…

… Até 2027, os investimentos do grupo Eletrobras abarcam entre R$ 11 bilhões e R$ 16 bilhões…

… A Justiça do Rio de Janeiro decidiu extinguir o processo movido pela Associação dos Empregados da Eletrobras (Aeel) no contexto da capitalização da empresa.

EDP BRASIL. Diretor global da companhia, Miguel Stilwell Andrade, foi eleito presidente do Conselho de Administração; executivo substitui Ana Paula Garrido de Pina Marques, que permanecerá como conselheira.

HIDROVIAS DO BRASIL precificou ação a R$ 3,40 em oferta subsequente (follow-on) e captou R$ 440 milhões, com venda de lote extra. (fontes do Broadcast)

AOS ASSINANTES DO BDM, BOM DIA E BONS NEGÓCIOS!

*com a colaboração da equipe do BDM Online

AVISO – Bom Dia Mercado, produzido pela Mídia Briefing, não pode ser copiado e/ou redistribuído.

Veja Também