Giro dos Mercados

Bolsas têm alta contida em NY, com juros em queda; Instável, Ibovespa sobe

Atualizado 29/11/2023 às 15:11:32

[29/11/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

Os principais índices de ações sobem nesta tarde em NY, numa sessão de altos e baixos, diante de opiniões divergentes de membros do Fed e dados díspares da economia americana – o PIB do 3º tri acelerou, mas o PCE, medida preferida do Fed, cedeu.

O Dow sobe 0,36%, o S&P 500 +0,29%, Nasdaq +0,28%

Depois de Christopher Waller sinalizar um pivô ontem, Thomas Barkin (Richmond) disse que o BC americano deve manter a opção de elevar os juros novamente. A declaração tirou um pouco do ímpeto de queda dos retornos dos Treasuries.

Antes, o juro da T-note 2 de anos chegou a recuar 0,14pp, abaixo de 4,6%, com o recuo do PCE “cheio” e do núcleo do índice. Há pouco, o juro da note de 2 anos caía 0,05pp, a 4,67%. O índice dólar sobe 0,07%, a 102,82.

Por aqui, o Ibovespa segue instável. Agora avança 0,13%, a 126.704 pontos, depois de ter alcançado 127,3 mil. No penúltimo dia do mês, o índice acumula alta de mais de 11%. Petrobras e Vale caem. Bancos sobem, com exceção de Bradesco.

Na disputa pela Ptax, o dólar à vista se mantém em alta desde o início dos negócios (+0,26%, a R$ 4,8852), enquanto os juros recuam com seus pares americanos. O DI Jan27 cede a 10,095%, de 10,182%. (Ana Conceição)

Veja Também