Sem categoria

Bolsas sustentam ganhos em NY com recuo dos Treasuries; Ibovespa sobe

Atualizado 24/10/2023 às 15:02:25

Os índices de ações estão longe das máximas do dia em NY, mas ainda sustentam ganhos moderados, em meio à queda nos juros dos Treasuries longos. Os curtos, que caíam mais cedo, agora registram yields ligeiramente mais altos. Os retornos dos títulos americanos seguem fortes, desautorizando grandes tomadas de posições na renda variável. O Dow sobe 0,35%, o S&P 500 +0,26%, o Nasdaq +0,45%.

Há cautela também com o conflito Israel-Hamas e os balanços de Microsoft e Alphabet, que sairão após o fechamento do mercado, embora se espere resultados positivos de ambas. Segundo a Bloomberg, em média, o lucro das cinco maiores empresas do S&P 500 – Apple, Microsoft, Alphabet, Amazon e Nvidia – responsáveis por 25% da capitalização de mercado do índice, deve crescer 34% sobre o 3tri22. O índice dólar sobe forte durante todo o dia (agora +0,66%), puxado pelo forte resultado do PMI de serviços nos EUA, medido pela S&P Global.

Por aqui, a moeda chegou a operar abaixo dos R$ 5, com relatos de fluxo comercial. Há pouco, caía 0,32%, a R$ 5,0007. O Ibovespa acompanha o exterior (+0,49%, a 113.340) e tem ajuda de #VALE3 (+2,51%), que reage à alta do minério de ferro. Mesmo com a queda em torno de 2% no Brent, Petrobras sobe (#PETR4 +0,85%), recuperando uma pequena parte das fortes perdas de ontem. Grandes bancos também avançam. Os juros futuros recuam favorecidos pela queda do real e do petróleo e apesar da decepção com o adiamento da votação do PL dos fundos, que ficou para, talvez, amanhã. O DI Jan27 recua a 11,085%, de 11,163% ontem. (Ana Conceição)

Veja Também