Sem categoria

Bolsas sobem e dólar cai com menor ansiedade geopolítica; fiscal segue no radar após fala de Lula sobre meta

Atualizado 30/10/2023 às 13:23:48

[30/10/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

O Ibovespa sobe 0,31%, aos 113.647,73 pontos, com apoio das metálicas e limitado por Petrobras, que tem grande peso no índice. Todo o setor petrolífero segue o ajuste da commodity após forte alta da 6ªF, já que o fornecimento do Oriente Médio continua de pé.

A não entrada no Irã no conflito sustenta recuperação de NY (Dow +1,00%; S&P +0,75% e Nasdaq +0,88%), em reta final de temporada de balanços, semana de decisões de juros e dados importantes.

Os rendimentos dos títulos de dez anos nos EUA sobem 5 pb, a 4,89%, enquanto o dólar cai ante pares, com o DXY em -0,29% (106,250), e o iene subindo após relatório do Nikkei dizendo que o BoJ considerará permitir que os rendimentos de 10 anos excedam 1%.

Além da decisão de juros do Fed, o investidor olha na mesma 4ªF o plano que revelará até que ponto o Tesouro irá aumentar as vendas de dívida de longo prazo para financiar um déficit orçamental crescente.

Os títulos têm caído, mesmo com o Fed sinalizando que o ciclo se aproxima do fim. Aqui, o dólar cai a R$ 4,9922 (-0,42%) e os juros sobem com o fiscal no radar.

O ministro Fernando Haddad acabou de dizer que não há da parte Lula descompromisso com a meta fiscal, após falas do presidente provocarem estrago na 6ªF. (Ana Katia)

Veja Também