Fechamento dos Mercados

Bolsas sobem após dados de inflação acima do esperado não modificarem projeção de cortes de juros

Atualizado 12/03/2024 às 19:10:07

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2023/11/mercado-bolsas-ibovespa-wall-street.jpg

As bolsas nos EUA tiveram sessão de animação nesta 3ªF, impulsionadas pela recuperação dos investimentos nas techs, mesmo com dados de inflação ligeiramente mais fortes do que o consenso.

Os preços ao consumidor (CPI) americano subiram, principalmente, no núcleo, mas não mudaram a visão do mercado de que o Fed deve iniciar o ciclo de cortes em junho (69,6%), segundo o CME. O resultado causou alta nos Treasuries e leve fortalecimento do dólar frente aos pares.

Agora, os traders ficarão de olho nos dados de inflação ao produtor, na 5ªF.

No Brasil, o Ibovespa seguiu a empolgação do exterior e também teve alta, depois que o IPCA veio acima do esperado, mas com dados qualitativos melhores.

O resultado da inflação brasileira também não mudou as probabilidades de que o BC continuará reduzindo a Selic em 0,5 pp.

A maioria das ações do índice paulista subiu, em especial Petrobras (PETR3: +3,03%; PETR4: +3,28%), com o governo deixando em aberto a possibilidade de a companhia rever o pagamento de dividendos extraordinários.

Em NY, o índice Dow Jones subiu 0,60%, aos 39.005,40 pontos. O S&P 500 ganhou 1,12%, aos 5.175,24 pontos. E o Nasdaq avançou 1,54%, aos 16.265,64 pontos. O Ibovespa fechou em alta de 1,22%, aos 127.667,84 pontos, com volume de R$ 23,6 bilhões. O dólar à vista teve leve queda de 0,07%, a R$ 4,9748. (Eduardo Saraiva)

Veja Também