Giro dos Mercados

Bolsas oscilam entre balanços e inflação, mas guerra atrapalha tomada de posição antes do fim de semana

Atualizado 27/10/2023 às 13:04:35

[27/10/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

O Ibovespa oscila ao redor da estabilidade, em +0,01% (114.792,29), com as metálicas na liderança, e NY é mista (Dow -0,30%; S&P +0,14% e Nasdaq +0,85%), com techs se recuperando da venda da véspera e Chevron e Exxon fazendo o contraponto. Mais cedo, o relatório de inflação favorito do Fed, o PCE, veio no consenso, oferecendo uma visão sobre a durabilidade nos gastos dos consumidores americanos, em especial por causa do resiliente mercado de trabalho. Os números, junto com expectativas maiores de inflação (Michigan), ao mesmo tempo em que mantêm a porta aberta para outro aperto, foram recebidos com tranquilidade e devem deixar tudo na mesma na reunião do Fed da próxima semana. Incertezas quanto à guerra em Israel, por sua vez, desestimulam tomada de posições antes do fim de semana. O dólar enfraqueceu após os dados (DXY em -0,05%, 106,550) e aqui a moeda cai a R$ 4,9494 (-0,82%), com o adicional do superávit primário ( R$ 11,548 bilhões) de setembro acima da mediana (R$ 10,545 bilhões). A queda do dólar puxa os juros longos para longe dos rendimentos dos Treasuries. Os yields das Notes de 2 e 5 anos testam uma queda. (Ana Katia)

Veja Também