Fechamento dos Mercados

Bolsas iniciam semana com pequenas oscilações, com investidor à espera de agenda carregada

Atualizado 27/11/2023 às 18:42:24

[27/11/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

As bolsas ficaram voláteis nesta 2ªF, mas encerraram o dia com oscilações pequenas, com investidores à espera da agenda desta semana, carregada de eventos e indicadores como o PIB americano, a inflação medida pelo PCE, o Livro Bege e ainda duas apresentações do presidente do Fed, Jerome Powell.

O dado ruim de vendas de moradias novas nos Estados Unidos em outubro, que mostrou queda de 5,6% contra a previsão de alta de 2,8%, reforçou a expectativa de fim do ciclo de aperto monetário pelo banco central americano e enfraqueceu o dólar frente às principais moedas, como euro e libra.

Por aqui, os números melhores da arrecadação federal em outubro, que somou R$ 215,7 bilhões, com leve alta de 0,10% sobre o mesmo mês de 2022, e a aprovação, pela maioria dos ministros do STF, da ação do governo para antecipar o pagamento de R$ 95 bilhões em precatórios neste ano foram fatos positivos para o mercado doméstico.

Os investidores aguaram os números de inflação medida pelo IPCA-15 de novembro, amanhã, a votação dos projetos que tributam as apostas esportivas e os fundos offshore e exclusivos, na quarta-feira, e a rejeição pelo Congresso do veto do presidente Lula à desoneração de 17 setores, ainda sem data marcada.

Na B3, o Ibovespa fechou em leve alta de 0,17%, aos 125.731,45 pontos, com volume financeiro de R$ 20,3 bilhões. O dólar à vista fechou em leve alta de 0,03%, a R$ 4,8997.

Em Nova York, o índice Dow Jones caiu 0,16%, aos 35.333,47 pontos. O S&P500 recuou 0,20%, aos 4.550,43 pontos. E o Nasdaq fechou em queda de 0,07%, aos 14.241,02 pontos. (Téo Takar e Ana Conceição)

Veja Também