Giro dos Mercados

Bolsas em NY sobem e juros caem após Waller; Ibovespa mantém os 126 mil pontos

Atualizado 28/11/2023 às 15:08:50

[28/11/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

A declaração do diretor do Fed Christopher Waller de que o BC americano pode cortar juros “se a inflação continuar desacelerando” animou as bolsas em NY.

Os índices estavam em queda e passaram a subir moderadamente, ainda que Michelle Bowman, outra diretora do Fed, e Austan Goolsbee (Chicago) tenham dito que não é bem assim, apontando a possibilidade de mais aperto monetário. Todos eles votam no Fomc.

Desde então, os índices perderam força, mas o Dow ainda sobe 0,21%, o S&P 500 avança 0,09% e o Nasdaq sobe 0,15%.

Os juros dos Treasuries aceleraram a queda, com o da T-note de 2 anos caindo mais de 0,10pp, a 4,76%. O índice dólar (DXY), já em queda, acelerou a baixa. Agora, recua 0,39%, a 102,795.

Por aqui, o Ibovespa quase chegou a 127 mil pontos na máxima do dia (126.916) e há pouco subia 0,79%, a 126.719, com destaque para ações da Petrobras, que acompanham os ganhos de mais de 2% do petróleo.

O dólar segue o exterior e cai 0,54%, a R$ 4,8728 pontos e os juros cedem a partir do DI Jan26. O DI Jan25 ainda tem pequena alta depois do IPCA-15 de novembro (0,33%) um pouco acima do esperado (0,30%). (Ana Conceição)

Veja Também