Giro dos Mercados

Bolsas em NY estendem ganhos com aposta em pausa do Fed; Ibovespa se segura nos 118 mil

Atualizado 29/08/2023 às 15:13:07

As bolsas de NY estendem os ganhos nesta tarde, acompanhando o tombo dos juros dos Treasuries curtos e longos. Os ativos reagem ao relatório Jolts, que mostrou o menor número de vagas de emprego em aberto nos EUA desde março de 2021.

No monitoramento da CME, aumentaram as apostas de manutenção do juro pelo Fed até março de 2024, com corte a partir de maio, em vez de junho, como se esperava antes.

O Dow Jones sobe 0,68%, o S&P 500 avança 1,26% e o Nasdaq sobe 1,64%. O juro da T-note de 2 anos cai 0,16pp, a 4,90%, enquanto o da T-10 recua 0,08pp, a 4,12%. O dólar vai junto e o índice DXY cai 0,51%, a 103,530 pontos. Por aqui, a moeda recua 0,28%, a R$ 4,8615.

Com a ajuda dos EUA e também da China, onde se esperam mais medidas de estímulo, o Ibovespa oscila em torno dos 118 mil pontos. Agora, sobe 0,81%, a 118.071,42. #VALE 3 (+2,75%) e metálicas são destaque com as expectativas em torno da China. Bancos também sobem e o destaque é Marfrig (#MRFG3 +9,5%), com a notícia de venda de ativos à Minerva (#BEEF3 -16,88%), que lidera as perdas do Ibovespa.

Os juros futuros seguem em queda na B3 ainda sob impacto das medidas de arrecadação anunciadas ontem pelo governo. (Ana Conceição)

Veja Também