Express

BDM Express

Atualizado 03/07/2023 às 07:11:47

China divulgou mais um dado decepcionante da atividade, com recuo do PMI de junho. O mesmo indicador será informado hoje na zona do euro, Alemanha, Reino Unido e nos EUA, onde ressurgiu a esperança de que o Fed poderá encerrar o ciclo após mais um aumento do juro (e não dois), com a inflação do PCE trazendo boas notícias. Essa aposta dependerá do payroll (6ªF). Hoje, NY fechará mais cedo, para o feriado de 4 de Julho.

Aqui, o cenário positivo para os mercados já projeta como majoritária a expectativa de que o BC poderá iniciar o corte de juros em agosto com 50pb. Nesta semana, o avanço da agenda econômica na Câmara tende a sustentar o otimismo. Lira convocou sessão para esta tarde (16h), com o arcabouço fiscal, Carf e a reforma tributária na pauta.

Ele já avisou aos deputados que o recesso só começa depois de tudo votado. E foi ao Twitter para dizer foi confirmada para esta 2ªF a votação do projeto do Carf. A pauta da Câmara está paralisada por esse PL. Para que o restante da agenda possa ser analisado, os deputados precisam tirar o projeto da frente.

Os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP) e Lopes (PT) também foram chamados para a reunião de líderes na casa de Lira ontem. O grande desafio será vencer as resistências para aprovar essa PEC, que Lira quer levar ao plenário na semana que vem.

O governador Tarcísio de Freitas reúne a oposição. Neste domingo à noite, Tarcísio recebeu no Bandeirantes deputados federais da bancada de São Paulo para defender o adiamento da votação.

O principal entrave se dá em torno da criação do Conselho Federativo, colegiado que vai gerir o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS). O governador teme perder autonomia na gestão dos recursos com o IBS, tem o apoio do Rio e de Goiás.

Para compensar eventuais perdas, o governo Lula encaminhou ao Congresso um projeto de lei complementar para viabilizar o acordo com os Estados, que envolve R$ 26,9 bilhões. Um segundo fundo com aporte da União completará o montante de R$ 40 bilhões oferecido pela Fazenda. Mas os governadores querem R$ 75 bilhões/ano.

APOSTA EM 50PB JÁ É MAJORITÁRIA – Os esforços na Câmara para endereçar a pauta econômica antes do recesso coincidem com o momento de entusiasmo no mercado, diante do consenso de corte da Selic em agosto, depois de o CMN não ter dado susto. O levantamento Focus (hoje, às 8h25) já deve captar o impacto positivo do CMN nas expectativas para o IPCA e para a Selic.

MAIS AGENDA – Hoje, sai o IPC-S fechado de junho (8h). A balança comercial deve indicar hoje (15h) superávit de US$ 9,50 bilhões em junho. Haddad participa às 10h da instalação da Comissão de Assuntos Econômicos do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável (CDESS), com transmissão ao vivo pelo YouTube.

LÁ FORA – Em antecipação ao feriado de Independence Day (amanhã), os mercados financeiros fecham mais cedo nesta 2ªF em NY: as bolsas encerram às 14h e os Treasuries, às 15h. Saem nesta 2ªF as leituras finais de junho do PMI industrial medido pela S&P Global (10h45) e pelo ISM (11h). Na Europa, o PMI industrial de junho sai hoje também na zona do euro (5h), Alemanha (4h55) e Reino Unido (5h30). Na China, recuo do PMI/S&P Global industrial de 50,9 em maio para 50,5 em junho.

O BDM Express é uma versão resumida em dez parágrafos do BDM Morning Call, ideal para ser distribuído aos clientes de sua empresa à primeira hora do dia.

Consulte nosso atendimento

Veja Também