Sem categoria

Bancos ampliam perdas após Haddad confirmar que vai propor extinção de JCP

Atualizado 24/07/2023 às 16:26:47

Os papéis dos principais bancos aprofundam as perdas após a confirmação pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, de que vai propor o fim dos juros sobre capital próprio (JCP) como uma das medidas “saneadoras” para tentar aumentar a arrecadação e ajudar a equilibrar o Orçamento de 2024.

O setor bancário é um dos que mais fazem uso do mecanismo para remunerar acionistas e a medida aumentaria a carga tributária das empresas.

Há pouco, Bradesco PN (#BBDC4) registrava -2,64% (R$ 16,61) e Bradesco ON (#BBDC3), -1,92% (R$ 14,81), se destacando entre as maiores baixas do Ibovespa. Também na lista negativa, Itaú (#ITUB4) cedia 1,93%, a R$ 28,44. Banco do Brasil (#BBAS3) caía 1,81%, a R$ 47,64. Já Santander (#SANB11) recuava 0,13% (R$ 29,97).

Veja Também