Ações

Azul acelera queda; subsidiária ofereceu US$ 147,7 milhões para reabrir títulos de dívida

Atualizado 05/02/2024 às 12:06:54

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2024/01/aviao-aereas-acoes.jpg

O papel da Azul (AZUL4 -2,26%, R$ 13,42 na mínima) acelera perdas em linha com a força do dólar e dos juros e passa a ser a terceira maior queda do Ibovespa, enquanto a Gol (GOLL4 -2,00%, R$ 2,445), fora do Ibovespa, tem forte volatilidade — a cotação oscila entre R$ 2,59 e R$ 2,32. A Azul anunciou hoje que sua subsidiária americana Azul Secured Finance LLP lançou oferta de US$ 148,7 milhões para reabrir títulos de dívida sêniores com garantia prioritária, vencimento em 2028 e remuneração de 11,930%.

Em Fato Relevante, a Azul informa que pretende usar os recursos líquidos para refinanciar dívidas. O pacote de socorro para as aéreas deve ser fechado após o Carnaval, segundo o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, financiado em maior parte pelo BNDES. (BDM Online + agências)

Veja Também