Ásia

Ásia fecha mista, entre liquidação de techs em Wall Street e estímulos na China

Atualizado 21/07/2023 às 07:12:36

Os principais mercados da Ásia fecharam a semana sem direção única após a correção forte dos papéis de tecnologia em Nova York, onde o Nasdaq (-2,05%) teve a maior queda diária em mais de quatro meses com os balanços mistos de Tesla e Netflix. Uma projeção pessimista da gigante taiwanesa de supercondutores TSMC para o ano também contribuiu para ajustar os preços para baixo antes da bateria de balanços das big techs em Wall Street, na semana que vem.

Já a bolsa de Hong Kong interrompeu sequência de três baixas, com ganhos inclusive em tecnologia, após Pequim anunciar medidas para estimular vendas de veículos e eletrônicos e acenar com alívio em restrições para vendas de moradias nas maiores cidades.

No Japão, a inflação ao consumidor em junho avançou mais que a projeção, mas a expectativa é que o Banco do Japão mantenha a política ultra-acomodatícia na decisão da semana que vem. Em Dalian, o minério de ferro fechou com viés de baixa (-0,12%). Confira o fechamento dos índices:
(Lucia Boldrini + agências)

▪️ Tóquio — Nikkei: -0,57%
▪️ Hong Kong — Hang Seng: +0,78%
▪️ Taiwan — Taiex: -0,78%
▪️ Coreia — Kospi: +0,37%
▪️ China — Xangai: -0,06%
▪️ China — Shenzhen: -0,19%

Veja Também