Ásia

Ásia fecha mista após deflação na China mais forte que a projeção

Atualizado 11/12/2023 às 08:21:44

As principais bolsas asiáticas abriram a semana em alta, mas Hong Kong destoou e sentiu com mais força a deflação chinesa de novembro. A queda veio bem acima da projeção para o consumidor e, no caso do produtor, caiu pelo 14º mês seguido, no maior ritmo desde agosto. A deflação sinaliza demanda fraca e dificulta a definição de preços.

Os mercados da China continental iniciaram a sessão em baixa, mas se recuperaram com compras de papéis que ficaram baratos. A bolsa de Tóquio teve avanço de exportadoras após o payroll robusto de sexta, que fortaleceu o dólar. O iene também caiu com expectativa de manutenção da política monetária ultra-acomodatícia por mais tempo. Em Dalian, o minério de ferro recuou 0,37%. (Lucia Boldrini + agências)

image 5
Ásia fecha mista após deflação na China mais forte que a projeção 2

Confira o fechamento dos índices 👇

▪️ Tóquio — Nikkei: +1,50%
▪️ Hong Kong — Hang Seng: -0,81%
▪️ Taiwan — Taiex: +0,20%
▪️ Coreia — Kospi: +0,30%
▪️ China — Xangai: +0,74%
▪️ China — Shenzhen: +0,95%

Veja Também