Ásia

Ásia abre a semana em alta com rali em Wall Street e estímulos na China após PMIs fracos

Atualizado 31/07/2023 às 07:16:08

As principais bolsas asiáticas subiram praticamente em bloco na segunda-feira, com Tóquio liderando as altas em linha com o rali de sexta-feira em Nova York, após o alívio da pressão inflacionária no PCE de junho reforçar as expectativas de fim do ciclo de aperto de juros nos EUA.

Pequim anunciou hoje medidas de incentivar o consumo doméstico e o combalido setor imobiliário, e as bolsas da China continental e de Hong Kong também avançaram, apesar da leitura fraca dos PMIs oficiais chineses de julho.

O PMI industrial chinês, em 49,3 pontos, seguiu na zona de contração pelo quarto mês consecutivo, mas veio levemente melhor que em junho (49) e a projeção (49,2). Já o PMI não-industrial, que inclui serviços, construção e agricultura, recuou a 51,5 pontos (53,2 em junho). Foi o sétimo mês de expansão, mas no menor ritmo do ano.

Na bolsa chinesa de Dalian, o minério de ferro abriu a semana em recuperação e subiu 0,54%. Confira o fechamento dos índices:
(Lucia Boldrini + agências)

▪️ Tóquio — Nikkei: +1,26%
▪️ Hong Kong — Hang Seng: +0,82%
▪️ Taiwan — Taiex: -0,85%
▪️ Coreia — Kospi: +0,93%
▪️ China — Xangai: +0,46%
▪️ China — Shenzhen: +0,82%

Veja Também