Fechamento dos Mercados

Agenda econômica carregada nos EUA deixa bolsas voláteis na reta final de novembro

Atualizado 29/11/2023 às 18:47:14

[29/11/23] Da Redação do Bom Dia Mercado

As bolsas devolveram parte dos ganhos recentes neste penúltimo pregão de novembro e o dólar também corrigiu um pedaço da queda acumulada neste mês, em uma sessão volátil, marcada por dados econômicos relevantes da economia dos Estados Unidos.

A segunda leitura, de um total de três, do PIB americano no terceiro trimestre mostrou crescimento 5,2% na comparação com o mesmo trimestre de 2022. O dado veio acima da previsão do mercado, que esperava alta de 4,9%, e mostrou aceleração em relação ao PIB do segundo trimestre, que cresceu 2,1%.

A inflação medida pelo PCE, o índice de preços preferido do Fed, subiu para 2,8% no terceiro trimestre, acima dos 2,5% registrados no segundo trimestre. Porém, o núcleo da inflação desacelerou para 2,3%, de 3,7% no trimestre anterior.

Outro dado relevante divulgado hoje foi o Livro Bege, uma espécie de resumo da atividade econômica, nos últimos 45 dias, nas 12 regiões dos Estados Unidos monitoradas pelo banco central americano. O documento mostrou que, de forma geral, a economia americana mostrou sinais de desaceleração na primeira metade do quarto trimestre em relação ao final do terceiro trimestre, quando a atividade estava muito forte.

O mercado ainda reagiu a declarações antagônicas de diversos dirigentes do Fed. Thomas Barkin (presidente da distrital de Richmond) afirmou que o banco central americano deveria contar com a opção de elevar os juros porque a inflação ainda está elevada, o que contribuiu para limitar a queda dos rendimentos dos Treasuries, os títulos do Tesouro dos EUA. Loretta Mester (Cleveland) e Raphael Bostic (Atlanta) preferiram apoiar a manutenção das taxas atuais, acreditando o que os preços de produtos e serviços continuarão desacelerando.

Por aqui, o destaque do dia foi a aprovação, pelo Senado, do projeto que tributa fundos offshore e exclusivos, uma das medidas para aumentar a arrecadação do governo em 2024 e cumprir a meta fiscal de déficit zero. Em compensação, a votação do projeto que prevê impostos sobre as apostas esportivas, as chamadas “bets”, foi adiada para semana que vem por falta de acordo entre governo e a oposição no Senado.

Ainda dentro do cenário fiscal, o ministro André Mendonça (STF) liberou a ação que trata da antecipação do pagamento de precatórios, após um pedido de vista no começo da semana. O julgamento deve ser retomado amanhã, mas já conta com maioria de votos para autorizar o governo a pagar R$ 95 bilhões em precatórios ainda neste ano.

Em Nova York, o índice Dow Jones subiu 0,04%, aos 35.430,42 pontos. O S&P500 recuou 0,09%, aos 4.550,58 pontos. E o Nasdaq perdeu 0,16%, aos 14.258,49 pontos.

Na B3, o Ibovespa caiu 0,29%, para 126.165,64 pontos, com volume de R$ 22,4 bilhões. E o dólar à vista subiu 0,32%, para R$ 4,8876. (Téo Takar e Ana Conceição)

Veja Também