Mercados

À espera do Fed, Ibovespa se descola de NY, com yields e dólar em queda após dados americanos fracos

Atualizado 31/01/2024 às 12:12:41

https://www.bomdiamercado.com.br/wp-content/uploads/2023/11/mercados-bolsas-grafico-financeiro.jpg

[31/01/24] Da Redação do Bom Dia Mercado

O Ibovespa avança aos 128.621,73 pontos (+0,96%), com apoio de bancos e de Petrobras, enquanto Vale limita. O assunto do dia é a decisão de política monetária do Fed à tarde, mais especialmente as pistas sobre os próximos passos do BC americano que podem sair da coletiva de Jerome Powell. Já em relação ao Copom, após o fechamento, a expectativa é por uma sinalização sobre a Selic terminal.

Depois de mantidos os juros inalterados, Powell pode dizer que está satisfeito com a queda da inflação, mas indicar pouca urgência em cortar. Hoje, o ADP mostrou esfriamento gradual do mercado de trabalho americano e o indicador de custos laborais acenou com alívio nas pressões inflacionárias. As bolsas em NY estão mistas: Dow sobe +0,07%, o S&P cai -0,61% e Nasdaq (-1,12%) sente os resultados da IA, enquanto dólar e rendimentos dos Treasuries renovam mínimas após os dados, o que influencia os mercados daqui.

Um adicional é que o Tesouro dos EUA aumentou a dimensão da sua emissão trimestral de dívida de longo prazo e sugeriu que não são prováveis mais aumentos até o próximo ano. Há pouco, o DXY ameaçava perder os 103 pontos (103,076) em -0,31% e a moeda americana seguia instável ante o real, a R$ 4,9479 (+0,05%), com a formação da Ptax e commodities em queda após dados fracos da China. Os juros futuros também seguem o exterior e recuam em toda a curva. (Ana Katia)

Veja Também