Giro dos Mercados

Nasdaq lidera alta em NY com queda forte dos Treasuries; ativos domésticos seguem o exterior

Atualizado 13/07/2023 às 14:59:31

As bolsas seguem em alta em NY nesta tarde depois de ganharem novo fôlego com o PPI abaixo do esperado nos EUA em junho. O dado reforça a aposta no fim do aperto monetário nos EUA após uma nova alta de 0,25pp em julho.

A desaceleração nos preços ao produtor americano derrubou os juros dos Treasuries – a T-note de 2 anos cai mais de 0,10pp, a 4,63% – beneficiando o setor de tecnologia. Com alta de 1,34%, o Nasdaq lidera os ganhos em NY. O Dow sobe 0,15% e o S&P 500 avança 0,65%, um pouco acima do importante nível de 4.500 pontos.

O dólar também reage em forte queda e o índice DXY fazia há pouco nova mínima em 99,832 (-0,68%), menor nível em 15 meses.

Os ativos domésticos refletem o otimismo no exterior com o Ibovespa na faixa dos 119,5 mil pontos (+1,56%) e o dólar abaixo de R$ 4,80 (-0,50%, a R$ 4,7936). No principal índice da B3, bancos e empresas ligadas a commodities como minério de ferro e petróleo têm um dia positivo, reflexo do PPI e também da expectativa de novos estímulos na China, que mostrou números ruins na balança comercial de junho, divulgada nesta madrugada.

Assim como ocorreu ontem, os juros futuros seguem majoritariamente em alta moderada, descolados do exterior e dos demais ativos locais. O DI jan27 sobe 0,055pp, a 10,160%. (Ana Conceição)

Veja Também