Sem categoria

Ibovespa oscila na abertura mas agora cai levado pelas incertezas externas antes do Fed

Atualizado 26/07/2023 às 11:53:16

O Ibovespa perdeu força levado pela incerteza dos mercados diante, principalmente, da probabilidade de mais aumentos nas taxas de juros do Fed. Oscilando entre 122.224,57 e 121,370,43, o índice paulista há pouco cedia 0,29% (121.652,25), sem apoio não só de NY como dos bancos, que viraram após abertura, além de Petrobras e de Vale.

Nos EUA, Dow cai -0,05%; o S&P -0,23% e Nasdaq -0,27%, aguardando relatório de Meta (+0,59%), após o pregão, em meio ao salto de 5,74% de Alphabet, controladora do Google, depois de registrar receita acima da previsão. Apesar de algumas decepções, cerca de 80% das empresas americanas superaram estimativas de lucro até agora.

À tarde, o Fed deve aumentar as taxas em 25 pb e a dúvida é sobre aumentos adicionais até o fim do ano.

Nos mercados de câmbio, o indicador do dólar DXY cede 0,15% (101,200) e o iene se fortalece (dólar cai a 140,421 ienes, em -0,36%) com boatos de que o BoJ poderia sinalizar mudança nas políticas ultrafrouxas na 6ªF.

Os rendimentos do Tesouro dos EUA de 10 anos permaneceram estáveis e os de 2 anos têm viés de alta. Aqui a moeda também oscilou pela manhã e há pouco caía a R$ 4,7310 (-0,40%). Os juros futuros recuam, rondando os ajustes nos longos, após a Fitch elevar rating do Brasil a BB, de BB-, por desempenho macro e fiscal melhores. (Ana Katia)

Compartilhe:


Veja mais sobre:


Veja Também