Sem categoria

Dólar e juros devolvem aversão ao risco vinda do exterior

Atualizado 29/09/2023 às 09:49:29

Em dia de disputa da Ptax, o dólar cede na abertura ante o real a R$ 5,0079 (-0,63%) seguindo o exterior, onde a moeda cai da máxima de 10 meses, ainda no rumo de seu maior ganho trimestral em um ano. O DXY cai 0,38%, a 105,819 pontos, mas deve encerrar o trimestre com alta de 2,8%, em sua 11ª recuperação semanal consecutiva, a mais longa em nove anos. Ante o iene perde -0,08%, dando espaço para respiro à moeda japonesa. 

Hoje não há apoio dos rendimentos dos Treasuries, que cederam durante a noite e apoiam correção dos juros aqui. As taxas cedem mais de 10 pontos a partir de Jan/25 e a ponta mais curta é estável, também com o dólar fraco. Com o fiscal no radar, eventos com RCN e Diogo Guillen serão monitorados. Mais cedo, a taxa de desemprego veio em linha. Nos EUA, os mercados olham para os próximos dados, começando com o consumo pessoal dos EUA. Ontem, Thomas Barkin (Richmond) juntou-se a outras autoridades dizendo que não estava claro se serão necessárias mais mudanças na política monetária, o que confere alguma trégua hoje. (Ana Katia)

Compartilhe:


Veja mais sobre:


Veja Também